O Bichanos do Porto é um projecto de um grupo de amigas com uma paixão comum: gatos. Lidamos constantemente com situações de abandono e maus tratos e não conseguimos ignorar esta triste realidade. Como não somos associação nem temos espaço próprio, os gatinhos que recolhemos são acomodados nas nossas próprias casas. Por isso, tudo o que fazemos é fruto de esforços pessoais, a todos os níveis, bem como da boa vontade de todos aqueles que, de uma forma ou de outra, vão colaborando com esta causa.

24/09/08

E nós é que somos humanos

Há cerca de um mês recebo um telefonema duma conhecida porque tinha encontrado 3 gatinhos recém-nascidos e não sabia que fazer.
Não havendo lugar livre no Grupo para os recolher encontrei-me com ela e expliquei-lhe os cuidados a ter. Ficou de os alimentar a biberão de 3 em 3 horas e após visita ao veterinário confirmou-se uma constipaçaozita. Iniciou-se busca por uma gata-mãe porque as hipoteses dos miudos aumentavam exponencialmente caso encontrassemos uma.

Passados uns dias deparei-me com esta situação: uma gata que tinha uma ninhada de apenas 2 gatinhos com 10 dias e um deles encontrava-se em muito mau estado como podem ver na foto.
O agora baptizado de Yoda tinha uma subnutrição extrema que o fez começar a perder as extremidades: nariz, orelhas, cauda e para além disso tinha acromegalia (aumento dos membros) que era evidente numa das patas por ter o dobro do tamanho das restantes.
A sua mãe embora fizesse de tudo para o mimar e tratar mais não conseguia. Das 6 mamas 5 estavam inflamadas e apenas uma tinha leite suficiente. Tendo 2 crias imagina-se a dificuldade.
Contactei a pessoa que tinha os 3 orfãos e decidimos juntar todos. Assim dar-se-ia leite aos 5 por biberão, iniciava-se tratamento ao Yoda, alimentava-se e tratava-se da mãe e esta só ajudaria a tratar dos miudos lambendo e mantendo-os quentinhos. O Boguinhas (um dos orfãos) mal sentiu o calor duma gata mãe enroscou-se nela e adormeceu ronronando pela 1ª vez. Tem um feitio excelente e adora dar a barriguinha.
O Tiago (2º orfão) adormecia em qualquer colo e habituado ao biberão sonhava pondo a linguita de fora a sonhar com a tetina eheheh
Foi enternecedora a reacção da gata mãe quando lhes juntamos os 3 orfãos. Aceitou-os como seus e mesmo tendo dores pôs-se logo em posição para eles mamarem. Nem imaginam a felicidade dos 3 orfãos por sentirem um calor maternal.
Após 1 semana de cuidados, a gata mãe já tinha leite em abundância e o Yoda foi lentamente recuperando podendo agora dizer-se que está fora de perigo.
De momento esta super mãe tem a seu cuidado 5 gatinhos: 2 filhos biológicos e 3 adoptivos.
Estão todos bem e em breve precisarão duma casinha ;)

11 comentários:

Adriana disse...

Simplesmente... fantástico!

Anónimo disse...

Sao taaaaoooo uindos! adorei... bjinho isabel

alex disse...

:)

Joana Correia de Azevedo disse...

boa sorte yoda, espero q com o leite materno e com carinho da FAT recupere bem!! bjs

mafalda disse...

...pobrezinho..incrivel a resistencia destes animais e a forma como cuidam mm os que nao sao deles....

Anónimo disse...

Fico emocionada com tudo isto... A sério, são fantásticas! Coitadinho do gatinho e que enorme sorte teve ele em vos ter encontrado.

Anónimo disse...

E já agora, qual é o prognóstico para a recuperação do Yoda?

Anónimo disse...

Que história magnífica e enternecedora!
Muitas Felicidades a cada um deles *

Tânia disse...

Cara anónima ;)
O Yoda encontra-se fora de perigo de qualquer forma ainda é muito novo e esperemos que tudo continue no bom caminho. Em principio ficará um gatinho como qualquer outro: lindo, brincalhão e mimalhito.
Por ser muito unido a um dos irmãos daremos preferência a quem possa adoptar os 2 mas claro que iremos esperar mais umas semanitas.
Obrigada pelos comentários tão simpáticos.

Anónimo disse...

Sou a anónima que perguntou pelo Yoda :-)

Fico muito, muito feliz por saber que vai recuperar.
Já tenho 7 gatos e não posso ter mais, pelo menos por agora. Se assim não fosse, ficaria com ele para mim. Todos os que tenho, são encontrados na rua. Acho que são esses os que verdadeiramente precisam de ajuda e de donos, e são esses também os que mais agredecidos ficam para connosco. É por isso que acho o vosso projecto absolutamente fantástico. Confesso que não tenho a vossa coragem, a que demonstram ter ao tratarem de bichinhos tão necessitados com o carinho desinteressado de simplesmente tratá-los e arranjar donos que deles cuidem no futuro.
Gostava no entanto de poder contribuir e digam-me como o posso fazer.

AB

Tânia disse...

AB
Para contribuir com alguma ajuda pode contactar-nos pelo email bichanos_do_porto@yahoo.com.br e ver ainda o post: http://bichanosdoporto.blogspot.com/2006/06/ajudas.html
Muito obrigada