O Bichanos do Porto é um projecto de um grupo de amigas com uma paixão comum: gatos. Lidamos constantemente com situações de abandono e maus tratos e não conseguimos ignorar esta triste realidade. Como não somos associação nem temos espaço próprio, os gatinhos que recolhemos são acomodados nas nossas próprias casas. Por isso, tudo o que fazemos é fruto de esforços pessoais, a todos os níveis, bem como da boa vontade de todos aqueles que, de uma forma ou de outra, vão colaborando com esta causa.

21/08/09

Mamacita e sus muchachos

Preparem-se....que a história é longa (até a vou dividir em 2 capítulos) e, como eu sempre digo, o poder de síntese passou por mim e andou ;-)

No final de Julho, a Fátima Castro, eu e a Claudia deparamo-nos com esta cena, num pequeno baldio, mesmo ao lado de uma rua.
Dado o elevadissimo nº de gatos que temos à nossa responsabilidade (mais de 40 gatos bébés para adopção) , sinceramente não iriamos fazer nada, a não ser colocar comida, pois recolhermos mais animais estava fora de questão :-(.
Mas verificamos que os bébés (5 , com cerca de 5 semanas) estavam claramente subnutridos, o mesmo acontecendo com a mãe gata. E pronto, lá apanhamos os bébés (uns bufões em miniatura, ehehe) e a mãe, esta com intenção de ser esterelizada e solta no mesmo local.
E pronto...todos para o vet., tendo-se verificado que a mãe gata estava com uma enorme infecção nas maminhas, pelo que deveria ser um tormento para ela dar de mamar e por isso aconselharam-nos em separá-la logo das crias e ser esterelizada.

E como os nossos casos nunca são simples e fáceis, da mãe gata contarei a história noutro post ;-).

Entretanto os filhotes, que pesavam todos entre 220 e 280 g (ridiculo para 5 semanas de idade), estavam todos com diarreia e magritos. Foram instalados numa jaula e alimentados

Aqui estão as fotos umas horas depois de os recolhermos. Por ordem alfabética,

a Verónica, única menina da ninhada e a única pretinha, e a que estava em melhor estado

Wally, o mais simpático (leia-se...menos bufão)

Xavier, um cinzinha que vimos logo ter uma enorme hérnia umbilical e muito fragilizado
Agora, o Yani, o mais frágil da ninhada, que mais parecia um passarinho, de tão levezinho :-((

Finalmente, o Zorba, El Griego, desde o 1º momento o meu preferido, pois bufava, cuspia e até rosnava, o que é hilariante nuns seres tão pequenos ;-)



Os 2 mais fraquinhos (Xavier e Yani) passaram os 2 dias seguintes em casa da Tânia, sempre num cobertor eléctrico e a serem alimentados de 3-3 horas. Depois vieram para minha casa, juntarem-se aos irmãos e começaram a querer arribar, querendo comer sózinhos e até brincar.


Ora, no dia seguinte, depois da visita da Fátima Castro onde os vimos todos animados na jaula, voltei ao quarto passadas 2 horas, e dou com o Yani inanimado :-(, pego nele e sinto-o muito frio. A tremer, fui encher uma botija, pu-lo ao colo, telefonei à Fátima Castro, ao vet, (às 22h de um sábado, para piorar o quadro) e quando volto ao quarto, vejo o Xavier (que 3 minutos antes estava sentado), na mesma situação, ou seja deitado de lado sem dar acordo dele.
Enfiei os 5 na transportadora e "voei" até à clinica, toda a tremer e a chorar baba e ranho. Ao chegar lá, estavam ambos com convulsões, gelados, em claro sofrimento. Depois de 30 minutos, foram ambos eutanasiados :-(((.

Os outros 3 ficaram internados, em observação, mas felizmente no dia seguinte estavam a comer bem, com temperatura normal e voltaram para cá. Passaram a comer "este mundo e o outro"

E estão óptimos ...o Zorba já foi adoptado e tudo. Faltam a Verónica e o Wally

PS- A vida destes seres é mesmo frágil e de quando em quando temos a prova que infelizmente nem todos se safam, por mais que façamos. Mas custa muito :-(

Esta foto do Yani foi tirada 4 horas antes de morrer

E este filme, foi feito na mesma hora, com a felicidade por vê-lo brincar pela 1ª vez

9 comentários:

Alex disse...

Os que moreram, sempre conheceram mimo e calor.
Os que por cá andam, que sejam muito felizes!

“Um gato leva a outro” disse...

Vocês são excepcionais!!! Lamento muito por tudo o que sofrem mas dou também os parabéns por tudo o que conseguem! :)

Fatima disse...

Os que vão deixam-nos sempre a lágrima no canto do olho.

Liôa disse...

poxa, muito lindo o que você esta a fazer por esses seres iluminaods! parabens! estou colocando um link de seu blog no meu ok? abraços!

Mafalda disse...

Viva, visto não terem deixado um contacto deixo os meus dados. Estava interessada em adoptar um dos gatinhos com a certeza que será muito estimado.
Espero resposta em breve.

Cumprimentos;

Mafalda Barbosa, Vila Nova de Gaia,
918537053
mafaldalee_5@hotmail.com

kistini disse...

Para quando a 2ª. parte?

oo disse...

ola..
ainda há para adopçao um desses sobreviventes?? é q ando a procura de um gatinho para adoptar e fiquei super emocionada com estes bebes... obrigada

andreia cruz disse...

ola..
ainda há para adopçao um desses sobreviventes?? é q ando a procura de um gatinho para adoptar e fiquei super emocionada com estes bebes... obrigada

Wicca disse...

Parabéns pela coragem!